Tempero da Vida

Como escolher / Safra
Rosane Vidinhas
7 de março de 2017

Tá na época da GOIABA!

Rosane…vai lá no quintal e pega uma goiaba pra mim…me lembro do meu tio, na casa de minha avó Samaritana, no Méier, subúrbio do Rio de Janeiro…

Pior que titio não se incomodava nem um pouco com a “minhoca” da goiaba. Ia mordendo e falava assim:

-faz bem para os olhos!!!

”Bicho de goiaba, goiaba é”? Essa crença popular é para dizer que o bicho da goiaba tem a mesma composição da fruta. Não é bem assim…

A mosca-da-fruta coloca o ovo na casca. O ovo se desenvolve em larva que vai viver toda a sua fase larvar dentro da goiaba…fazendo parte dela. Embora pareça nojento, mal não faz comer o bichinho…essa ideia que faz bem para os olhos…afinal, a goiaba é rica em Vitamina A.

Goiaba é o fruto da goiabeira (Psidium guajava L.) é nativa da América do Sul (RISTERUCCI et al., 2005), e se espalhou para todas as regiões tropicais.

Aqui no Brasil, principalmente em fevereiro e março encontramos muita goiaba.

Fotos tiradas em Fevereiro de 2017 no Centro do Rio

A goiaba tem perfume marcante, paladar agradável e muito nutritiva. Possui vitaminas do Complexo B (tiamina e niacina) importantes, por exemplo, no metabolismo, bom para músculos e sistema nervoso, combatem doenças cardiovasculares; a goiaba também tem Vitamina A importante para a visão. Rica em Vitamina C, que chega a ser seis a sete vezes maior que em outras frutas cítricas. Contém minerais como potássio, ferro, cálcio e fósforo. E possui boa quantidade de fibras.

A goiaba branca e a amarela são mais ricas que a vermelha.

O brasileiro gosta mais da goiaba de polpa vermelha e fora do país preferem a de polpa branca.

 

 

Vendedor ambulante. Estação do Metrô da Carioca. RJ.

É uma fruta bem tropical pois aguenta altas temperaturas e não tolera frio e geadas.

A goiaba é boa IN NATURA, mas também sua polpa ótima para sucos, doces cremosos, doces, geleias, compotas…

 

 

 

Vale se deliciar com a MÚSICA de João Bosco e Aldir Blanc, o Rancho da Goiabada interpretada por Joyce Cândido e João Bosco

 

 

“….Os bóias-frias quando tomam umas birita 
Espantando a tristeza 
Sonham com bife-a-cavalo, batata-frita 
E a sobremesa 

É goiabada-cascão com muito queijo 
Depois café, cigarro e um beijo 
De uma mulata chamada Leonor ou Dagmar…”

 

Ao escolher: Reconhecemos que está boa para consumo, quando apertamos com o dedo levemente e a casca cede um pouco.

Compre goiabas sem manchas, sem sinais de picadas de insetos e de consistência firma.

Podem ser conservadas in natura por uma semana na geladeira, ou a polpa pode ser congelada.

A cor da casca não tem a ver se está verde ou madura, depende da espécie: pode variar do verde- amarelado ao amarelo-claro.

A cor da polpa pode ser rosa-escuro, amarela, vermelha ou branca.

 

Veja mais em:

https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/128279/1/PLANTAR-Goiaba-ed02-2010.pdf

http://www.fruticultura.iciag.ufu.br

http://www.iac.sp.gov.br

© 2017 Tempero da Vida. Todos os direitos reservados.

Outlab.