Tempero da Vida

Compartilhar com amigos
Rosane Vidinhas
18 de março de 2017

Doce de goiaba da mãe da Carol

Mãe faz doce de goiaba com fruta tirada do pé do quintal de sua casa.

Num dia de aula da pós-graduação em Jornalismo Gastronômico, neste janeiro de 2017, a turma resolveu fazer seu primeiro lanche coletivo e muitos levaram a provar seus quitutes.

Qual foi uma das maiores atrações?

O doce de goiaba da Dona Cristina Carvalho, mãe da colega Carolina Carvalho…estava bom demais!

As fotos do doce nos biscoitos são da Tita Moraes. Boa ideia!  reforçou no cream cracker, o doce de goiaba com requeijão fazendo a duplinha infalível : Romeu e Julieta!

OK! Tem açúcar… mas comer de vez em quando e com prazer…é bom, é memória gustativa.

Vai fazer lembrar desse dia e afinal faz parte da nossa cultura!

Doce no tacho de cobre, mexido com colher de pau …que delícia!

Aprendi vendo minhas tias, madrinha e mãe fazendo na fazenda São Jerônimo em Macuco onde meus avós eram fazendeiros, o tacho é dessa época e a mim foi dado por gostar de cozinhar e para a Carolina Carvalho será passado. Só o amor alimenta e acalenta. Cristina Carvalho

Como fazer o doce:

Para 5kg de goiaba, uns 2kg de açúcar e o suco de 1 ou 2 limões.

Parece fácil, mas sabemos que doce em calda precisa de paciência para mexer…mexer…mexer…e enquanto mexe tem que pensar em coisas boas!

Tinha amor e a certeza que faria sucesso. E fez!

 

© 2017 Tempero da Vida. Todos os direitos reservados.

Outlab.