Tempero da Vida

Eventos
Rosane Vidinhas
8 de junho de 2017

A UERJ recebe o GEN (Grupo Executivo de Nutrição)… e cadê o bandejão?

O GEN (Grupo Executivo de Nutrição) é formado por nutricionistas, que há 30 anos se reúne mensalmente para troca de experiências. São profissionais que atuam em diversas áreas e isso permite o crescimento de cada um nesses encontros.

No dia 2 de junho, o GEN foi convidado pela Professora Doutora em Nutrição Haydée Lanzillotti, a se apresentar aos alunos do curso de Nutrição. A Profa. Haydée é responsável, dentre outras atividades, em ministrar a disciplina sobre Exercício Profissional, na UERJ, Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

O GEN estava representado pela nossa presidente Nutricionista Vera Regina de Souza, que falou sobre toda caminhada do GEN, eventos como o Nutrigen, os encontros mensais realizados há tantos anos, etc. e também teve a oportunidade de discorrer sobre sua atuação na Prefeitura de São Gonçalo como Responsável Técnica em Serviço de Alimentação.

Presente também a colega Nut. Kathia Cabral, que hoje trabalha com alimentação de idosos no Residencial Geriátrico Redentor, em Laranjeiras;

A Nutricionista Natália Martins Belo que há décadas trabalha na empresa White Martins com alimentação coletiva, apresentando um excelente projeto de sustentabilidade desenvolvido a partir da seleta do lixo, com ótimos resultados. Valorizando o lixo orgânico como compostagem.

E participou também essa nutricionista blogueira que vos escreve, Rosane Vidinhas… além de poder colocar sobre minha experiência clínica em consultório, apresentei o assunto Mídia e Alimentação.

A ideia era que as representantes do GEN falassem sobre o GRUPO de 30 anos e  suas trajetórias profissionais, e dessa forma, estimularem aos alunos à carreira de Nutricionista. Apesar desses alunos se formarem generalistas pela UERJ, foi possível enxergarem a prática nos mais diversos campos de atuação através da apresentação do GEN.

A Professora Haydée merece um destaque à parte. Foi minha professora no curso de Nutrição na Universidade Gama Filho nos anos 80, e na formatura (1988) homenageada por minha turma. Depois, quando cursei a pós-graduação em Qualidade Alimentar, também na UGF, lá estava a Profa. Haydée no corpo docente. “Tiro o chapéu”, me orgulho dessa grande Mestre! E com mais de trinta anos de profissão, a Profa. Haydée Lanzillotti estava lá na UERJ demonstrando à sua turma, a maior garra, vibração, expressando o tempo todo palavras de encorajamento e amor à profissão nutricionista diante daquelas jovens alunas (uma turma na sua totalidade feminina) numa Universidade cercada de tantos problemas, à beira da falência do Estado. Sua obstinação serve de exemplo a ser levado não somente para a área profissional, mas de nossas vidas! PARABÉNS profa. Haydée! a UERJ sangra e chora, mas seu papel de educadora nos faz acreditar num mundo melhor.

Eu, Rosane Vidinhas, Profa. Haydée e Nut. Profa. Luciene Rabelo minha amiga-irmã e hoje uma das melhores  Nutricionistas na cidade de Vitória, no Espírito Santo. Formatura em 1988…

 No programa RJ TV 2ª. Edição, na Rede Globo, começou no dia 5 de junho, uma série de reportagens sobre o caos que vive a UERJ, Universidade do Estado do Rio de Janeiro. A repórter Nathália Castro viveu durante um mês o dia a dia da universidade e comprovou, com os próprios olhos, todas as dificuldades que uma instituição vive pelo abandono do Estado do Rio de Janeiro. Quem vem acompanhando a série de matérias como eu, tenho que dar os parabéns a essa repórter e equipe pelo excelente trabalho!

A UERJ se compõe com um quadro de 32 mil estudantes, 9 mil entre professores e funcionários e 8 unidades. Funcionários com salários atrasados, sem 13°, banheiros com entupimentos, sem condições de uso, elevadores parados, bolsas de estudos não pagas, SEM BANDEJÃO, a segurança é mínima, etc.

A UERJ vive o pior momento de sua história.

Vale a pena conferir no Globo Play:

https://globoplay.globo.com/v/5919065

O que mais me motivou a ir fundo nessa história, foi depois de ter tido essa oportunidade do GEN com os alunos da Nutrição, ao ver a reportagem do primeiro dia do RJTV 2ª. Ed., constatar o envolvimento e presença marcante nessa luta, de professores e alunos do curso de Nutrição (observe nas legendas os nomes e cursos das pessoas entrevistadas).

PARABÉNS! a Profa. Cláudia Valéria, Profa. Roberta Fontanive Diretora do Instituto de Nutrição, as alunas Beatriz Salari, Ana Lúcia de Oliveira e Camila Cunha que desafiam o sistema buscando dias melhores e mais justos e não tiveram medo de se expressar diante das câmeras e soltarem suas vozes.

Na manhã seguinte no Bom Dia Brasil a Profa. Cláudia Valéria foi novamente entrevistada.

Confira em:

https://globoplay.globo.com/v/5919636

E nesta oportunidade única, que vivi no dia 2 de junho, ao sair pelos corredores das salas de aulas, constatei afixados nas paredes, trabalhos de alunos do curso de Nutrição.

 

Um trabalho em especial me chamou a atenção: sobre a EXTINÇÃO do BANDEJÃO e todas as suas implicações na saúde, as questões sociais, a falta de motivação de ir às aulas e ter de passar o dia inteiro (a faculdade de Nutrição é horário integral) sem se alimentar direito, principalmente pessoas que tanto acreditam e valorizam a boa alimentação.

Parabéns a Ana Carla Lopes, Carollyne Maragoni, Ivy Ramos, Kaísa Alcantara e Laís de Paula. Foram mais de 200 pessoas entrevistadas e o resultado está aqui para que possamos cravar na nossa mente, na nossa história de Estado, como profissional e cidadãos, aquilo que vivemos no ano de 2017.

 

Depoimentos importantes:

Referências bibliográficas:

Desejo que a UERJ retome sua melhor condição o mais rápido possível por respeito ao povo brasileiro, uma vez ser uma instituição reconhecida em todo o mundo por seu ensino e pesquisa.

RESISTE UERJ!

© 2017 Tempero da Vida. Todos os direitos reservados.

Outlab.