Tempero da Vida

Em outros tempos/História
Rosane Vidinhas
29 de janeiro de 2019

A colonização alemã e o cultivo do milho em Pomerode

Por Rosane Vidinhas

29 de Janeiro de 2019

FAMÍLIA SIEWERT. Imigrantes alemães no Brasil.

Você conhece seus antepassados? Ou por acaso só lembra no máximo de seus avós?

Em Pomerode, Santa Catarina, existe a ROTA ENXAIMEL, para o turista conhecer as casas dessa típica construção, feitas de encaixes de blocos de madeiras, sem pregos (eram pinos de madeira). Por trás disso, há uma história incrível da colonização europeia no sul do Brasil. Portanto, é a NOSSA HISTÓRIA.

E nessa ROTA ENXAIMEL, mora a FAMÍLIA SIEWERT, que chegou ali em 1868.

Rogério Siewert é o filho mais novo e segundo a tradição deles, o filho mais novo quem herda a casa e cuida dos pais.

 

Rogério é casado com Adriana e teve os filhos Julia e Matheus.

Sr. Wendelin Siewert e Sra. Rovena Krahn Siewert, pais de Rogério. O Sr. Wendelin tem 84 anos e também era o filho mais novo, cabendo então a ele a herança dessa casa que passa a Rogério.

Parece que nós brasileiros não cultivamos nossa ÁRVORE GENEALÓGICA. A da Família Siewert é toda desenhada.

O passado respira no presente.

A casa original foi restaurada em 2015 com ajuda do IPHAN

Rogério e Adriana, seus filhos Julia e Matheus, recebem quem chega com todo carinho. Rogério conta com muito orgulho sobre sua hereditariedade. O que seus antepassados passaram, suas lutas e conquistas.

Julia tocando Bandoneon

Crédito desta foto Daniel Zimmermann

A mesma Julia Beatriz Siewert que toca Bandoneon, foi Princesa Mirim da Festa Pomerana de 2018

A família preserva vários itens que contam sua trajetória:

Moenda comprada pelo avô de Rogério,Sr. Albert em 1920

“Fonsal” lampião de querosene / Batedeira manual / Artefato de vidro para pegar moscas

Balanças

O “Volkswagen”, carroça que como um carro, precisava ser emplacada todo ano, após pagamento de taxa à prefeitura. Servia também para transportar o milho ao paiol.

Apaixonada por livros como sou, não poderia faltar na minha biblioteca esse que conta toda a saga da Família Siewert.

“DEDICO ESTA OBRA BIOGRÁFICA A TODOS OS MEUS ANTEPASSADOS QUE LUTARAM BRAVAMENTE COM O OBJETIVO DE PROPORCIONAR UMA VIDA MELHOR PARA AS SUAS PRÓXIMAS GERAÇÕES.”

Rogério Siewert

O jornalista Denis Alves Warmling possibilitou a concretização dessa obra.

Propagandas estimulavam a imigração no Brasil. Havia um certo exagero para chamar a atenção, pois afinal nas terras do sul do Brasil, tudo estava por ser feito.

O Sr. Wendelin guarda o caderno e lápis utilizados em sua alfabetização.

Ué Vidinhas…, mas você não escreve sobre alimentação?

Repare como o MILHO foi fundamental para o estabelecimento dessas pessoas naquela terra. A colonização europeia. Para construírem suas famílias, manterem-se no lugar, criar animais e fazer parte do NOSSO BRASIL!

O Capítulo 7 do livro é dedicado a importância do MILHO

Se quiser adquirir o livro, entre em contato com eles, ficarão bem felizes. Se for visitar Blumenau, passe em Pomerode e conheça essa história alemã-brasileira.

 

© 2017 Tempero da Vida. Todos os direitos reservados.

Outlab.